Publicidades

Calvário: Após escândalos, secretários preparam carta de exoneração do Governo do Estado


Os secretários Waldson Souza, de Planejamento, e Livânia Farias, de Administração, na gestão João Azevêdo (PSB), já estariam preparando suas cartas com pedido de exoneração do Governo do Estado para serem entregues nos próximos dias. A informação foi veiculada pelo site PB Agora.

Segundo a publicação, a pedido de afastamento dos cargos se daria a fim de se dedicarem apenas a formular suas defesas no âmbito da Operação Calvário, que investiga supostos desvios em contratos de gestão de unidades de saúde durante o Governo Ricardo Coutinho (PSB).
Ainda segundo o portal, o objetivo dos auxiliares seria também assegurar a governabilidade do governo João, que tomou posse no dia 1º de janeiro de 2019. Ainda conforme a publicação do portal, o primeiro a entregar a carta seria Waldson Souza, que teve áudios vazados na imprensa na semana passada. A expectativa é que Livânia efetive o afastamento uma semana após o colega Waldson.
Ainda não há nomes de substitutos cotados para as duas pastas.
Assim como Waldson, também flagrado nos áudios, o procurador do Estado, Gilberto Carneiro, foi flagrado nos áudios veiculados na imprensa. Carneiro nota à imprensa, onde afirma que a licitação em que foi flagrado no áudio não ocorreu e diz estar tranquilo quanto o flagrante e desdobramentos da Operação Calvário.