Publicidades

Por que a mesma Justiça Eleitoral que cassou Pâmela Bório em 5 meses, não julga a AIJE contra Ricardo Coutinho engavetada há cinco anos?

Se em determinadas ocasiões, contra os menores, a justiça age na velocidade de um guepardo, em outros casos, contra os poderosos, trabalha na velocidade de uma tartaruga grávida.
É o caso de Pâmela Bório e Ricardo Coutinho. A primeira teve o diploma de suplente cassado em apenas 5 meses no TSE. Já o segundo, é beneficiado pela “estranha” lentidão do TRE que há cinco anos está com a AIJE do Empreender engavetada e “curiosamente” já trocou de relator por 5 vezes.
Justamente a AIJE que tem 99,9% de chances de cassar o ex-governador e torná-lo inelegível por 8 anos.
Pâmela disputou a eleição em 2018, Ricardo Coutinho em 2014.
com Politika