Publicidades

“A Paraíba Não Cala”: Paraibanos já podem utilizar canal para denúncias e sugestões aos deputados

A Paraíba Não Cala: Lançado na última semana, o projeto “A Paraíba Não Cala” trata-se de um “canal de comunicação” à disposição da sociedade para denúncias e sugestões aos deputados da bancada de oposição na Assembleia Legislativa.
Líder da oposição, o deputado estadual Raniery Paulino (MDB) explica que iniciativa traz amplitude a temas relevantes, além de ser um espaço para a sociedade. “Nesse período de recesso junino, que inclusive é longo, os paraibanos poderão utilizar este canal para acompanhar de perto nossas ações, como também apontar denúncias e sugestões”, disse. “Cada parlamentar já possui seu próprio canal, mas “A Paraíba Não Cala” trata-se de uma integração da nossa bancada”, explicou.
No espaço, são tratadas pautas que são temas “tabu” na Casa de Epitácio Pessoa, a exemplo da Operação Calvário. “Este será um elemento a mais da função do próprio Legislativo em fiscalizar o Executivo. No mesmo espaço, teremos proposituras de iniciativa da sociedade e estudos que estamos realizando, a exemplo da primeira ação que aborda os gastos com a Cruz Vermelha em relação do Hospital de Trauma”, disse o deputado. “Estamos coletando, compilando e traremos esses levantamentos sempre com conteúdo atualizado e com a fonte dos órgãos que forneceram os dados, mostrando justamente que a bancada de oposição está cumprindo o seu papel, mesmo durante o recesso parlamentar”, completou.
O movimento “A Paraíba Não Cala” é uma ação suprapartidária em favor da Paraíba, estancando a omissão e o silêncio que dominaram o Estado ao longo dos últimos oito anos. Para denúncias ou sugestões, o cidadão paraibano deve acessar o site www.aparaibanaocala.com.br e, na aba “contato”, fornecer as informações necessárias. Também estão disponíveis à sociedade o endereço de e-mail – fale@aparaibanaocala.com.br – e o número de Whatsapp (83) 99855-01000.
Todas as informações e dados pessoais fornecidos pelos denunciantes serão preservados.