Publicidades

PB perde 7,6 mil empregos com carteira assinada em 2019

A Paraíba acumula saldo negativo de 7.654 empregos formais em 2019, o que representa uma queda de 1,89% na geração de trabalho com carteira assinada. Nos últimos 12 meses, o saldo é positivo, com 3.312 vagas criadas, 0,84%.
Só no mês de junho, a Paraíba fechou 795 postos de trabalho formais, com carteira assinada, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. O saldo negativo, que representa 0,20%, desfaz a maior parte das 683 vagas geradas em maio deste ano.
Quem mais demitiu em junho foi o setor de serviços, com 1.615 vagas fechadas; na contramão, os setores de comércio (382), agropecuária (294) e construção civil (214) foram os que mais contrataram em junho. O saldo negativo desse mês se dá pela diferença entre contratações e demissões.

Brasil

A criação de empregos com carteira assinada teve saldo positivo em junho, com a criação de 48.436 vagas. O saldo positivo em junho foi resultado de 1.248.106 admissões contra 1.199.670 desligamentos ocorridos no período.
O resultado de junho no país foi o melhor para o período desde 2013, quando, no mesmo mês, foram geradas 123.836 vagas. Em junho de 2018 foram registradas mais demissões do que contratações, gerando saldo negativo de 661 vagas.
No primeiro semestre deste ano, foram criados mais 408.500 postos de trabalho ( 8.221.237 admissões e 7.812.737 desligamentos), o maior saldo para o período desde 2014 quando foram criadas 588.671 vagas. No mesmo período do ano passado, o saldo foi de 392.461 vagas.