Publicidades

Trauma de Campina já atendeu mais de 1,2 mil pessoas picadas por escorpiões este ano

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga, em Campina Grande, atendeu de janeiro a julho 1.216 casos de pessoas picadas por escorpião. Nos 11 dias de Agosto deste ano já foram atendidas no Trauma-CG cerca de 66 pessoas.
Os escorpiões se adaptam aos mais variados tipos de habitat, dos desertos às florestas tropicais, do nível do mar até altitudes de até 4.500 metros, embora a maioria das espécies tenha preferência por climas tropicais e subtropicais. Eles apresentam alta capacidade de adaptação, por isso podem ser encontrados em ambientes modificados pelo homem, principalmente nas áreas urbanas.
Em caso de picada de escorpião, deve-se limpar a área afetada com água e sabão, e procurar atendimento médico imediato, próximo ao local da ocorrência do acidente (UBS, Posto de Saúde, hospital de referência). Se possível capturar o animal e levá-lo ao serviço de saúde, pois a identificação do escorpião causador do acidente pode auxiliar o diagnóstico.