Publicidades

Ricardo Coutinho revela que sacrificou candidatura ao Senado a pedido de João Azevêdo


O ex-governador Ricardo Coutinho revelou em entrevista na manhã desta quinta-feira (12) que sua decisão em não se lançar como candidato ao Senado em 2018 foi tomada atendendo pedidos de João Azevêdo. De acordo com Ricardo, se ele tivesse a oportunidade hoje, seria candidato a senador.
“Naquela oportunidade havia uma dúvida alimentada por muitos que hoje estão falando”, explicou o ex-governador, sem citar os nomes. Ricardo ainda disse que alguns deputados chegavam para ele e diziam que a candidatura de João Azevêdo não iria sair do canto, ouvindo sempre a sua negativa de que a escolha era a correta a ser feita.
 “Chegou o momento que eu tive que tomar uma decisão. Eu tinha ouvido do então candidato João Azevêdo sobre a sua preocupação se eu saísse do mandato se a candidatura persistiria, se aguentaria”, comentou Ricardo Coutinho. De acordo com o ex-governador, João temia que “eu passaria o governo e ele achava que haveria uma debandada de candidatos a deputados. Eu achava que não. Ponderei e preferi apostar no projeto”.
Ricardo destacou ainda que preferiu sacrificar a disputa pelo Senado e deixar para um outro momento, mesmo tendo pesquisas indicativas de que ele poderia ter sido eleito.
As declarações de Ricardo Coutinho foram dadas em entrevista ao programa Jornal da Cultura, da rádio Cultura FM, de Guarabira. O programa é comandado pelos apresentadores Rudney Araújo, Edcarlo Monteiro, Martins Jr. e Rodrigo Souza.