Publicidades

“Proposta de malandro”; Senador do PT tenta criar carro oficial ‘clandestino’

Proposta ordinária do senador Jaques Wagner (PT-BA), que o presidente do Senado “avalia”, extingue as placas oficiais que identificam carros de luxo adquiridos com dinheiro público para servir a senadores.
Certamente envergonhado da profissão ou da própria história, o senador que foi ministro de Dilma não quer mais circular em carrão com placa de senador, mas trocou a dignidade de comprar o próprio carro por disfarçar a mordomia com placa fria para não ser notado por quem paga impostos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Em 2019, Wagner e Álvaro Dias (Podemos-PR) solicitaram autorização para substituir as placas dos seus carros oficiais por “não identificáveis”.
Em 2010, eram 89 carros oficiais no Senado de 81 parlamentares. Dez anos depois, os modelos são mais novos e poucos abdicaram da regalia.
Apenas cinco senadores abrem mão do carro oficial com placa preta, segundo o próprio Senado. Os demais 76 adoram a mordomia.
S1