Publicidades

Papa Francisco compara políticos populistas europeus a Hitler


papa Francisco afirmou que os discursos populistas que ganharam espaço em diversos países da Europa lembram os pronunciamentos de Adolf Hitler no início da década de 1930.

A declaração foi dada em uma entrevista ao escritor e jornalista britânico Austen Ivereigh sobre a crise mundial provocada pela pandemia do novo coronavírus e publicada em italiano pela revista Civiltà Cattolica.

“Hoje, na Europa, quando se começa a ouvir discursos populistas ou decisões políticas de tipo seletivo, não é difícil recordar os discursos de Hitler em 1933, mais ou menos iguais aos que alguns políticos fazem hoje”, disse.

Francisco também afirmou que a atual crise é um “apelo contra a hipocrisia”, especialmente de líderes internacionais.
“Preocupa-me a hipocrisia de certos personagens políticos que dizem querer enfrentar a crise, que falam de fome no mundo e, enquanto isso, fabricam armas. Essa é uma era de coerência. Ou somos coerentes, ou perdemos tudo”, acrescentou.

Essa não é a primeira vez que o Papa compara populistas atuais a Hitler. Em outubro de 2018, durante o lançamento de um livro em Roma, Francisco afirmou que esse tipo de ideologia cresce “semeando o ódio”, assim como o nazista fizera na Alemanha.