Publicidades

PF apura desvio de R$ 386 mil em empréstimos consignados


A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (29), a Operação Holerite, que investiga um esquema responsável por desviar cerca de R$ 386 mil a partir de fraudes em empréstimos consignados no município de Cruz do Espírito Santo, na Região Metropolitana de João Pessoa.
São cumpridos três mandados de busca e apreensão. As ações ocorrem na casa de um investigado, na sede de uma empresa e na Prefeitura de Cruz do Espírito Santo. As ordens foram expedidas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região.
Segundo a Polícia Federal, a investigação identificou que empréstimos consignados eram obtidos junto à Caixa Econômica Federal por meio de contracheques ideologicamente falsos. Os documentos indicavam rendimentos superiores aos efetivamente recebidos pelos servidores, aumentando assim a margem consignável dos empréstimos e, consequentemente, gerando dívidas maiores que o permitido.
Ainda conforme as investigações, R$ 386.800,00 teriam sido sacados por servidores da prefeitura e repassados ao gestor municipal e ao correspondente bancário responsável pela operacionalização dos empréstimos.
A operação conta com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e Caixa Econômica Federal.
De acordo com a Polícia Federal, os investigados poderão responder pelos crimes de falsificação de documento público, corrupção passiva, corrupção ativa e estelionato, cujas penas, se somadas, ultrapassam 20 anos de prisão.
A redação tentou contato com a Prefeitura de Cruz do Espírito Santo, mas não teve sucesso até o momento desta publicação. O Portal Correio está aberto à divulgação do posicionamento da gestão municipal (redacao@portalcorreio.com.br).