Publicidades

‘Empresas estão sem dinheiro para pagar salário’, diz presidente da CNI


“As empresas já estão sem dinheiro para pagar salários”, afirmou nesta terça-feira (5) Robson Braga de Andrade, presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), antes de entrar numa reunião com o ministro da Casa Civil, Braga Netto, em Brasília.

O encontro, com duração de 30 minutos, foi pautado pela questão econômica. “Discutir com ele (ministro) as necessidades mais prementes da indústria, com relação ao capital, a uma volta organizada ao trabalho, de que maneira nós podemos ajudar nesse planejamento”, disse Andrade.

“Temos que planejar, a partir de agora, o retorno. Nós não podemos daqui a um mês, dois meses, na hora de retornar, não ter nenhum planejamento. Preciso que a gente planeje essa volta de maneira organizada, de maneira tranquila, mas que o país volte a funcionar normalmente”, acrescentou o presidente da CNI.

Andrade afirmou de forma categórica que as “empresas já estão sem fôlego nenhum”. “Tem empresa passando enorme dificuldade para pagamento de salário”, disse.

A pandemia do novo coronavírus fez a produção industrial brasileira ter o pior resultado para o mês de março desde 2002, segundo a PIM (Pesquisa Industrial Mensal), divulgada nesta terça-feira (5) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Houve queda de 9,1% na produção em comparação ao resultado de fevereiro deste ano.
A atividade com maior impacto negativo foi a de veículos automotores, reboques e carrocerias (-28%). Outros setores com quedas importantes foram confecção de artigos do vestuário e acessórios (-37,8%), de bebidas (-19,4%) e de couro, artigos para viagem e calçados (-31,5%).