Publicidades

Azevêdo prega cautela, mas não descarta antecipar metade do 13º salário para servidores


O governador João Azevêdo (Cidadania) disse que o Estado está analisando a possibilidade de antecipar a primeira parcela do 13º salário para os servidores do governo do Estado. Apesar de admitir a medida, Azevêdo lembrou que a iniciativa da antecipação é uma opção de cada gestor.

Ele lembrou, no entanto, que as perdas de arrecadação impactaram os cofres do Estado, que aguarda o repasse de recursos do governo federal como forma de socorro financeiro durante a pandemia.

De acordo com o governador, o repasse será feito em quatro parcelas até o mês de agosto. “A questão que se levanta agora é o que vai acontecer quando setembro chegar?, pois não vai ter mais ajuda do governo federal”, comentou.

João Azevêdo disse ainda que desde o mês de janeiro de 2019, vem pagando os salários dos servidores dentro do mês trabalhado, inclusive recentemente apesar da pandemia.

Alexandre Freire