Publicidades

Justiça determina sequestro de mais de R$ 20 milhões nas contas de Ricardo Coutinho e mais oito investigados na Operação Calvário

O juiz José Guedes Cavalcanti Neto deferiu pedido do Ministério Público da Paraíba para sequestrar bens de investigados na Operação Calvário. Mais de R$ 20 milhões devem ser sequestrados das contas de nove investigados, incluindo o ex-governador Ricardo Coutinho. O documento foi recebido pelo ClickPB. 
Confira a decisão aqui ou no fim da matéria.
Além de Ricardo Coutinho, a decisão atinge também Waldson de Souza, Ney Suassuna, Fabrício Suassuna, Aracilba Rocha, Edmon Gomes da Silva Filho, Saulo de Avelar Esteves, Gilberto Carneiro da Gama e Sidney da Silva Schmid. 
Eles são acusados de fazer parte de uma organização criminosa responsável pela prática de crimes contra a Administração Pública, causando prejuízo financeiro à Fazenda Pública Estadual.
Pelos depoimentos em colaboração de um dos integrantes do grupo, havia repasse mensal de valores para cada participante da organização e essa situação perdurou por muitos anos.
Veja os valores que serão sequestrados de cada investigado:
De acordo com a decisão, se os valores não forem encontrado nas contas dos investigados, haverá o bloqueio de veículos e sequestro de imóveis até o limite dos valores.
De acordo com o Ministério Público, esses são os valores que teriam sido desviados e o bloqueio desses bens visa garantir que possa haver o ressarcimento posterior desses danos.
ClickPB