Publicidades

Morre médico que recebeu a 1ª transfusão de plasma em hospital público no tratamento do coronavírus na Paraíba


Morreu neste domingo (14), aos 43 anos, o médico Ricardo Passos, filho do ex-prefeito da cidade de Remígio, Dr. Passos. Ele estava internado em Campina Grande onde se tratava do coronavírus e da gripe H1N1.
Até o mês de maio, ele trabalhava na linha de frente contra a Covid-19 em uma UPA no Bairro Dinamérica, em Campina. 
Ricardo Passos estava internado há cerca de 15 dias no Hospital de Trauma Dom Luís Fernandes, em Campina Grande.
No final de maio, o médico fez uma transfusão de plasma de pessoas que se recuperaram do coronavírus, como forma de criar anticorpos e combater o vírus.  Ele foi primeiro paciente a fazer transfusão em  hospital público da Paraíba. 
Ele era coordenador da UPA (unidade de pronto atendimento) do bairro Dinamérica, em Campina Grande.  
Portal do Litoral