Publicidades

Conheça os pré-candidatos à presidência da Câmara

A divisão do Centrão, com o desembarque do MDB e do DEM do Blocão, põe em polvorosa a disputa pela presidência da Câmara. O “xadrez político” sofreu reviravoltas e peças que pareciam estar fora do jogo voltam a entrar em evidência e vice-versa. Os deputados Arthur Lira (PP-AL), Baleia Rossi (MDB-SP) e Marcos Pereira (Republicanos-SP) são os mais cotados.
Arthur Lira
arthur lira - centrão - MDB - DEM
Deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do Centrão, sofreu forte revés com o desembarque do MDB e do DEM para a disputa pela presidência da Câmara
Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O líder do Centrão, deputado Arthur Lira (PP-AL), é um dos deputados que compõem a atual “tríade” dos mais cotados. Mesmo com a saída de DEM e do MDB do Blocão, o parlamentar ainda lidera 158 congressistas. Estima-se, ainda, que ele tenha poder sobre alguns deputados emedebistas e demistas do baixo clero. É um nome que, apesar de ter sofrido um xeque no “xadrez político”, continua bem cotado.
Marcos Pereira
marcos pereira
Vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (Republicanos-SP) é o presidente nacional do partido e um dos mais fortes concorrentes | Foto: Divulgação/Agência Brasil
Vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (Republicanos-SP) é outro forte pré-candidato e membro da “tríade” dos mais cotados. Presidente nacional de seu partido, ele foi lançado na semana passada como candidato da bancada evangélica. Também recebeu do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a sinalização de que teria seu apoio para a disputa. O apoio dos evangélicos o torna um dos mais fortes na disputa.
Baleia Rossi
baleia rossi - presidência da câmara
Deputado Baleia Rossi (MDB-SP), líder do partido na Câmara, é agora um dos favoritos para a presidência da Casa | Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
Tido por alguns como “reserva imediato”, o deputado Baleia Rossi (MDB-SP) assume, agora, um grande protagonismo na disputa. Presidente nacional do MDB, ele, inclusive, compõe a “tríade” dos mais cotados pré-candidatos. A proximidade com o presidente da Câmara o credencia a receber seu apoio e, consequentemente, o de muitos deputados da Casa após o racha do Centrão.
Aguinaldo Ribeiro
aguinaldo ribeiro - reforma tributária
Deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), líder da Maioria na Câmara, ficou enfraquecido na disputa com a ascensão de Baleia Rossi (MDB-SP) e Marcos Pereira (Republicanos-SP) | Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), líder da Maioria da Câmara, era apontado até meados de junho como o principal adversário de Arthur Lira (PP-AL) para a disputa pela presidência. Era o candidato do presidente da Casa, Rodrigo Maia, mas perdeu espaço por não ter votos suficientes para superar os adversários. Hoje, figura com menos força do que Marcos Pereira (Republicanos-SP) e Baleia Rossi (MDB-SP).
Capitão Augusto
Provas contra bolsonaro
Capitão Augusto (PL-SP), presidente da bancada da bala, corre por fora na disputa
Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

Presidente da bancada da bala, o deputado Capitão Augusto (PL-SP)lançou uma pré-candidatura na eleição de 2019, mas abriu mão por pedido do partido. Desta vez, ele está disposto a ir até o fim, a ponto de ter presenteado aliados com anéis banhados a ouro. O congressista corre por fora, mas o apoio da Frente Parlamentar da Segurança Pública, presidida por ele, garante um peso significativo.
Elmar Nascimento
Deputado Elmar Nascimento (DEM-BA) é o candidato do presidente nacional do Democratas, ACM Neto | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
O deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), ex-líder do DEM em 2019, movimenta-se para viabilizar sua candidatura. Representante direto do presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, ele adota movimentos estratégicos. Articula pautas importantes para o Nordeste, conforme Oeste mostrou, mas garante a aliados que, se eleito, manteria uma gestão na linha atual. Contudo, corre por fora. Líderes não admitem um novo presidente do DEM.
Marcelo Ramos
marcelo ramos - centrão - presidência da câmara
Deputado Marcelo Ramos (PL-AM) é um dos pré-candidatos à presidência da Câmara
Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O deputado Marcelo Ramos (PL-AM), vice-líder do Centrão, é outro que pleiteia a presidência. Apesar de ser um parlamentar de primeiro mandato, ganhou um enorme protagonismo em pouco tempo dentro da Câmara. Foi presidente da comissão especial da reforma da Previdência e é presidente da comissão mista que debate a prisão após condenação em segunda instância. Assume relatorias importantes com frequência, mas corre por fora.
Fábio Ramalho
fábio ramalho - presidência da câmara - centrão
Deputado Fábio Ramalho (MDB-MG), ex-vice-presidente da Câmara, planeja nova candidatura para a presidência da Casa | Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados
Ex-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (MDB-MG) não nega que concorrerá pela terceira vez à presidência da Câmara. Em 2019, ele se lançou com uma candidatura avulsa e obteve 66 votos, mesmo sem o apoio do partido. O parlamentar é conhecido por “Fabinho Liderança” e, também, por promover banquetes na Casa. Em fevereiro, por exemplo, levou bandejas de leitões assados e serviu goiabada com queijo. É outro que corre por fora.
Marcel van Hattem
Deputado Marcel van Hattem (Novo-RS), vice-líder do partido, pode disputar novamente a presidência | Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
O deputado Marcel van Hattem (Novo-RS), vice-líder do partido, é outro que pode disputar a presidência. Dentro da bancada, afirma-se que não é impossível que ele concorra, caso nenhum candidato sustente as bandeiras defendidas pela legenda. O apoio a outra candidatura, portanto, não está descartado. Em 2019, Van Hattem foi o quarto mais votado, tendo recebido 23 votos.
Alessandro Molon
alessandro molon - oposição - presidência da câmara
Deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), líder do partido na Câmara, tenta se cacifar como o candidato da esquerda | Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados
O deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), líder do partido, é outro cotado. Sua pré-candidatura é hoje vista como a mais forte dentro da esquerda. Em 2019, foi o líder da oposição na Câmara, período que elevou seu cacife político entre as legendas opositoras. O parlamentar conversa com colegas e aliados para fortalecer sua candidatura. No ano passado, a esquerda se dividiu entre dois nomes, Marcelo Freixo (PSol-RJ) e JHC (PSB-AL), que, juntos, obtiveram 80 votos.
RO – rodolfo costa