Publicidades

Deputados aprovam corte de 415 cargos comissionados na Cagepa


Os deputados da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovaram o Projeto de Lei 2.070/2020, de autoria do Governo do Estado, readequando a estrutura de cargos na organização da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). Veja aqui o PL.
Segundo o PL, a estrutura organizacional da Cagepa deve ser da seguinte forma:
·         1 cargo de chefe de gabinete
·         1 cargo de secretário da presidência
·         5 cargos de chefe de assessoria
·         1 chefe de assessoria jurídica
·         6 cargos de assessores jurídicos
·         9 cargos de assessores de diretoria
·         5 cargos de secretários de diretoria
·         13 cargos de assistentes de diretoria
·         4 cargos de assistentes de comunicação e marketing
De acordo com a proposta, a empresa, atualmente, obedece a sérios e rígidos critérios organizacionais, baseados no Estatuto Social da empresa e a previsão é de que devem ser cortados 415 cargos. “Esse projeto de lei é muito importante porque enxuga a máquina da Cagepa e a torna mais eficiente”, opinou do deputado estadual Chió (REDE).
O presidente da Assembleia, Adriano Galdino, defendeu a companhia e destacou que, atualmente, a Cagepa tem realizado investimentos extremamente relevantes em toda a Paraíba.
“A Cagepa agora é uma empresa superavitária com condições de investir em todo o estado, trazendo qualidade de vida para o nosso povo. Estão de parabéns todos os funcionários, a diretoria e o governador João Azevêdo”, declarou o presidente.