Publicidades

Populares celebram 5 meses sem sessões com bolo em frente à Câmara de Teixeira


Um ato cômico se não fosse trágico apareceu nas redes sociais na cidade de Teixeira, Região Metropolitana de Patos, na última quinta-feira, dia 13: populares confeccionaram um bolo comemorativo para chamar a atenção de forma irônica da Mesa Diretora e dos demais vereadores sobre os trabalhos da Câmara Municipal. Acontece que fizeram uma comemoração engraçada com o marco de 5 meses que não acontecem sessões ordinárias na Câmara. Reivindicações para votarem aos trabalhos para discutir os interesses a população teixeirense e mostrarem os problemas da cidade.

A Câmara dos Vereadores de Teixeira já sofria com baixa produtividade, segundo informes, e desde março por decreto os trabalhos foram paralisados e já se passaram 5 meses sem sessões. Lembrando que outras câmaras realizam sessões virtuais de forma segura e com apoio da tecnologia para dar continuidade aos trabalhos.

Segundo os manifestantes, já não cola mais a justificativa de pandemia ou falta de interesse dos 9 vereadores que são bem pagos, pois a internet está aí justamente para facilitar a comunicação. Dessa forma, teve cobertura pelo Grupo Os Revolucionários, através de sua assessoria, atendeu o chamado dos que fizeram um desabafo, “soltaram o verbo”.

Aldrin, Nicodemos, Geraldo e Alisson expressaram suas indignações como cidadãos, perante o que eles chamam de descaso com a população nunca ocorrido antes na cidade. Apesar de funcionar expediente administrativo, sessão mesmo para falar sobre as dificuldades do povo é praticamente zero.

O mais interessante nesse historia toda, é que o atual presidente da Câmara, Valone Dias, é o pré-candidato pelo grupo da situação e tem tempo de sobra em sua caminhada para fazer política, e não somente ele, mas os outros vereadores também esqueceram que ainda são vereadores.

Ainda de acordo com as informações, os salários por lá continuam sendo pagos normalmente na faixa de R$ 6.500,00, além de outras despesas com assessorias, comissionadas e os contratos.

Vereadores de situação: Valone Dias (presidente), João de Romualdo e Azedo de Poços; vereadores de oposição: Galego de Lô (7 mandatos seguidos), Kay France (ex-presidente), Almir Julião, Elisson Queiroz, Ederivaldo Macário (ex-presidente) e Nilda Lira.

O espaço do Portal Folha Patoense fica aberto para os vereadores se manifestarem sobre a situação da Câmara sem realização das sessões. O nosso e-mail é: folhapatoense@gmail.com.