Publicidades

Dezessete cidades da Paraíba são 'rebaixadas' no Plano Novo Normal



A 8ª avaliação do Plano Novo Normal, divulgada nesse sábado (19), pelo Governo da Paraíba, indica que 28 municípios terão nova classificação a partir desta segunda-feira (21). Dez municípios que antes estavam com bandeira verde e quatro com bandeira laranja passam para a bandeira amarela. Três municípios que estavam com bandeira amarela passam para a bandeira laranja. Outros 11 transitaram da bandeira amarela para a verde.

O esquema de cores do Plano Novo Normal aponta recomendações de sustentação das medidas preventivas para evitar o aumento de casos de infecção pelo novo coronavírus. As especificações de condutas para cada classificação estão disponíveis na página oficial do Governo do Estado.

De acordo com a 8ª avaliação, a Paraíba segue com 10% de seus municípios em bandeira laranja. A bandeira verde, considerada a ideal neste período de enfrentamento à pandemia, se mantém estável em 6% do território paraibano.

João Pessoa, Campina Grande, Catolé do Rocha, Capim, Pombal, Piancó, São Bento e Serra Branca continuam em bandeira amarela. Dentre os municípios da laranja figuram: Bayeux, Cruz do Espírito Santo, Santa Rita, São Mamede, Gurjão, Uiraúna e Umbuzeiro. Já entre os municípios que estão sob a bandeira verde estão Curral de Cima, Zabelê, Bernardino Batista e Vieirópolis.

Segundo o secretário de Gestão de Redes de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, este é um momento para que as equipes da Atenção Primária dos municípios assumam destacada importância na identificação e acompanhamento dos casos da Covid-19.

“É preciso recomendar que os Agentes Comunitários de Saúde e demais membros das Equipes de Saúde da Família possam conhecer todos os domicílios paraibanos com casos ativos da Covid-19, bem como acompanhar os contatos domiciliares destes casos. Este monitoramento próximo será decisivo para que possamos, por meio da propagação das mais efetivas medidas de prevenção e controle da doença, seguir reduzindo a força da pandemia no Estado”, pontua.

O secretário executivo reforça ainda que futuras melhorias da situação da pandemia na Paraíba dependerão da maior adesão de todos os paraibanos às três medidas mais protetoras da saúde e da vida das pessoas. Ele destaca que usar máscaras, lavar as mãos e manter o distanciamento social são gestos que mais representam este “novo normal” que o mundo está vivendo e que precisarão estar cada vez mais presentes no cotidiano dos cidadãos.

Portal Correio