Publicidades

Jingle de campanha vaza e pré-candidata a prefeita de Pombal poderá ser multada pelo TRE


Vazou durante o final de semana um jingle de campanha da pré-candidata a prefeita de Pombal, Kévia Werton (PL), o áudio circula em vários grupos de WhatsApp da cidade.

O jingle inicia dizendo o número e o nome da pré-candidata, fato que poderá resultar em multa, por ser uma propaganda antecipada e não permitida no período de pré-campanha.

Recentemente o atual prefeito e pré-candidato a reeleição Abmael de Sousa Lacerda “Dr. Verissinho” (MDB) e a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Mayenne Bandeira, foram multados em R$ 8 mil cada, acusados de propaganda eleitoral antecipada.

No dia 03 de julho, o município promoveu o “São João Itinerante” e num determinado momento o grupo de forró que fazia a animação do evento tocou um jingle da campanha de 2016.

O juiz eleitoral de Pombal, José Emanuel da Silva e Sousa, acatou a representação eleitoral do Ministério Público e condenou o prefeito e a primeira-dama, por propaganda antecipada.

No caso de Kévia, o entendimento poderá ser diferente pelo fato do áudio, citar o número e o nome da pretensa postulante.

Seus adversários na disputam deverão protocolar ações na justiça eleitoral pelo áudio vazado.

A convenção para escolha e definição do nome de Kévia Werton para a disputa de 15 de novembro acontecerá na próxima quarta-feira (16/09/2020).

Em Pombal, três pré-candidatos devem disputar o pleito municipal.

HW COMUNICAÇÃO