Publicidades

Justiça Eleitoral informa que Carteira de Trabalho Digital não será aceita como documento válido para identificar eleitores, no dia da votação


A Corregedoria Regional Eleitoral, através do Cartório Eleitoral da 69ª ZE, sediada em São Bento, comunica aos eleitores que a versão digital da Carteira Nacional de Trabalho e Previdência Social não será aceita como documento válido para a identificação do eleitor, no dia da votação, no 15 de novembro, ressaltando o disposto no artigo 2º, parágrafo único, da Portaria do Ministério da Economia nº 1.065, de 23 de setembro de 2019:

Parágrafo único. A Carteira de Trabalho Digital não se equipara aos documentos de identificação civis de que trata o art. 2º da Lei nº 12.037, de 1º de outubro de 2009.

Além disso, informa, também, que a versão física da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) será aceita, normalmente, para identificação dos eleitores.

Leomarque Pereira, com informações de Liliane Lourenço, Chefe do Cartório Eleitoral da 69ª ZE