Publicidades

Produtores do Sertão comemoram colheita do arroz vermelho

 




Produtores rurais da Paraíba comemoram a boa safra do arroz vermelho. Um exemplo vem da comunidade Recanto, no município de São João do Rio do Peixe, no Sertão, onde os produtores Tarcísio Claudino e Benedito Melo iniciaram a colheita, na semana passada. Em outras regiões, a exemplo do Vale do Piancó, onde agricultores também se dedicam ao cultivo de arroz, principalmente do tipo vermelho, eles também começam a colher a produção para colocar no mercado.

Segundo o extensionista rural da Empaer José Marques, que há 40 anos acompanha plantio do arroz da terra, como é mais conhecido, 2020 foi um ano fantástico para a produção de arroz. Ele lembra que a abundância das águas do açude São Gonçalo usadas nas várzeas contribuíram para consolidar o plantio, além de manter abastecido o lençol freático que poderá ser usado para futuros plantios. A perspectiva é de que a próxima safra tenha uma produção ainda maior.

Nesta e em outras regiões, os produtores recebem assistência técnica da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária (Sedap). O produtor Tarcísio Melo explicou que aproveitando o inverno, eles plantaram juntos 70 hectares de arroz vermelho, na expectativa de uma produção de 200 mil quilos.

A produção de arroz vermelho nas várzeas de Sousa sempre se constituiu em uma atividade rentável e, neste ano, em face das chuvas, o plantio dessa cultura cresceu substancialmente, proporcionando renda extra para dezenas de famílias agricultoras. Três fatores contribuíram: chuvas, sementes selecionadas e assistência técnica, mesmo com orientação por sistema remoto.

O trabalho de produção de arroz tem o acompanhamento dos técnicos Gervásio Francisco Vieira, Daniel Sales de Abrantes, José Marques, Iraildo Macedo, Flávio Marcilio, Manoel Chagas e do gerente regional Francisco de Assis Bernardino.

Portal Correio