Publicidades

Desabamento de falésia deixa casal e criança mortos na praia de Pipa, no RN

 

Três pessoas morreram na manhã desta terça-feira, 17, após o desmoronamento de uma falésia na Baía dos Golfinhos, região turística da Praia de Pipa, no Rio Grande do Norte.

Segundo a Polícia Militar, as vítimas eram um casal e uma criança que estavam sob o local no momento do incidente. As causas do desmoronamento da falésia ainda não foram identificadas, assim como a identidade das vítimas.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram o acúmulo de pessoas ao redor dos escombros pouco após o ocorrido. Alguns usam pás e as próprias mãos para tentar salvar as vítimas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o casal e a criança morreram soterrados. As vítimas são naturais do estado de São Paulo, mas moravam em Tibaú do Sul, cidade na qual se encontra a praia de Pipa, há dois anos.

Em nota, a corporação informou que recebeu a ocorrência por volta das 11h50 e encaminhou três viaturas para o local, encontrando as vítimas em óbito e retirando os corpos ao chegar.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia realiza os procedimentos legais para a identificação dos corpos e do motivo da queda da falésia. Não há informações sobre possíveis bloqueios ou risco para visitantes em outra áreas da praia até o momento.

As vitimas – Foram identificados o casal e a criança que morreram, nesta terça-feira (17), após o desabamento de parte da falésia da Praia de Pipa, no Rio Grande do Norte. São eles, Hugo Mendes Pereira, Stela Souza, sua companheira, e Sol Mendes, filho do casal.

Segundo informações, Hugo era natural de Jundiaí, em São Paulo,  e trabalhava como gerente em uma pousada localizada na praia de Pipa.

Stela era psicóloga. Assim como Hugo, ela e o filho foram soterrados após a queda da falésia, e morreram no local.

Hugo Mendes era conhecido por viajar o mundo e já foi destaque em matéria do Domingo Espetacular, da Record.