Publicidades

Ladrões roubam barco, se arrependem e resgatam padre após jogá-lo na água

 



Um assalto realizado em região ribeirinha no Pará terminou de forma inusitada. O padre Mateus Tavares dos Santos, da paróquia de São Sebastião da Boa Vista, na ilha do Marajó, foi abordado por bandidos enquanto viajava de barco para realizar uma missa em uma vila rural do município. Os criminosos, chamados de piratas na região, roubaram a embarcação e os pertences do religioso, incluindo a mochila com os itens para a relização da missa. Em seguida, mandaram ele tirar seu colete salva vidas e pular na água. Mas se arrependeram e voltaram para resgatá-lo minutos depois.

As primeiras notícias divulgadas pela imprensa local informavam que o padre foi salvo por moradores locais. No entanto, o próprio contou à polícia que foram os assaltantes que salvaram sua vida.

Segundo ele, ao perceber que estava ficando sem forças e logo se afogaria, ele começou a orar. Foi então que percebeu que um barco estava se aproximando: eram os bandidos, perguntando se ele era mesmo padre. Com a resposta positiva, um dos assaltantes deu a mão ao religioso. Outro bandido do grupo disse ao padre para segurar em uma pequena embarcação que passava pelo local e pediu ao piloto que conduzisse o religioso até a margem. Já na vila o padre foi socorrido pela comunidade.

A Polícia Civil está investigando o caso.

G1