Publicidades

Presidente do TRE conclama eleitores a comparecer às urnas

 


Em mensagem veiculada através de vídeo, divulgada por redes sociais e enviada a veículos de comunicação, o desembargador Joás de Brito Filho, presidente do Tribunal Regional Eleitoral, conclamou os eleitores paraibanos a comparecerem às urnas neste domingo para o primeiro turno das eleições municipais, quando serão escolhidos prefeitos e vereadores. Frisou que é um dia histórico para o nosso país. “Estamos enfrentando uma pandemia e mesmo assim, com muita responsabilidade, teremos a eleição. Então, eu conclamo a todos os eleitores que depositem seu voto, exerçam a cidadania com responsabilidade, checando, inclusive, o seu candidato”.

O desembargador esclareceu ainda que todas as medidas sanitárias estão sendo tomadas e todos os cuidados lembrados, como medidas de distanciamento, o uso do álcool em gel à disposição, tanto do eleitor, quanto dos mesários. “É importante que eleitores estejam de máscara e levando a sua própria caneta, o que evita usar as de outras pessoas”, enfatizou. Na opinião do presidente do TRE-PB, o evento cívico deste domingo constitui “a festa da democracia” e todo cidadão faz parte dela. “O eleitor é a parte mais importante desse processo. Por isso compareça para sufragar seu voto, melhorar a democracia e cada vez mais podermos escolher o melhor para o nosso país”, pontuou Joás de Brito. Ele foi investido no cargo na quinta-feira, 12, em solenidade virtual, prestigiada pelo governador João Azevêdo.

Joás de Brito Filho substituiu o desembargador José Ricardo Porto, cuja gestão estava concluída, e frisou que além de assegurar a lisura do pleito compromete-se a garantir a segurança dos eleitores e dos servidores da Justiça Eleitoral. Realizada por videoconferência, a posse do presidente Joás de Brito contou com outras presenças ilustres. O governador João Azevêdo desejou êxito ao magistrado, “que tem uma história brilhante no Judiciário da Paraíba e que continuará desenvolvendo um grande trabalho no Tribunal Regional Eleitoral, agora como presidente da honrada Corte”.