Paraíba contabiliza 41 casos suspeitos de varíola do macaco espalhados em 19 cidades

 

De acordo com o último boletim divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), a Paraíba tem atualmente 41 casos suspeitos de varíola do macaco (monkeypox). A maior parte dos casos notificados e investigados são em João Pessoa.

De acordo com o boletim, a faixa etária mais atingida é a de 20 a 29 anos e maioria é do sexo masculino.

Além de João Pessoa, os casos suspeitos são das cidades de Araçagi, Belém, Campina Grande, Coremas, Cruz do Espírito Santo, Gurinhém, Ingá, João Pessoa, Lagoa Seca, Mamanguape, Massaranduba, Mogeiro, Monteiro, Mulungu, Nova Palmeira, Rio Tinto, Santa Rita, São João do Cariri e Sousa.

Quem estiver com suspeita da doença, deve entrar com contato com o Disque Notifica pelo telefone 0800-281-0023.

O Brasil é o quarto país do mundo em número de infectados e representa 8,2% de todos os casos relatados globalmente: 3.184, de 34,7 mil.

O contato sexual é relatado como uma das formas pela qual a doença vem se disseminando mais rapidamente, mas não é o único meio de infecção.

A varíola do macaco se transmite por qualquer contato de pele ou de mucosa com uma pessoa que tenha lesões. É possível pegar por abraços e beijos, por exemplo.

Fonte: Click PB